1

Sensor de Freio Traseiro, solução barata e eficaz

Salve, Salve Miguelentos

Pois bem, esta é mais uma das questões mais faladas por aí, pois o bendito sensor de freio traseiro é uma verdadeira porcaria, vive quebrando, custa caro, e é extremante difícil de ser encontrado a venda, pensando nisso resolvi escrever este post, com uma das soluções que acabei implantando na Probleminha, e o mais interessante foi o custo da obra, incríveis R$ 20,00 isso mesmo R$ 20,00enquanto o original custa na casa dos R$ 70,00… ohh se as oficinas descobrirem meu endereço, sou com certeza um cara morto… kkkkkk.

Pois bem, você basicamente vai precisar de um relê universal com 4 ou 5 pinos, fica a seu critério, visto que ambos possuem um custo parecido cerca de R$ 15,00

Um interruptor de porta universal, que custa em torno de R$ 5,00 e facilmente encontrado, e por ser rosqueavel é facilmente adaptado ao suporte original

Um pouco de paciência, 5 conectores de lâmina e mais ou menos 50 cm de fio. pois bem vamos ao procedimento.

Como Fazer a Gambiarra (procedimento kkk):

Inicialmente é necessário que você entenda o funcionamento deste sensor, ele recebe o sinal (+12V) pós chave, ou seja ele recebe sinal positivo vindo da bateria assim que a moto é ligada.

Apenas uma observação técnica, todo o chassi da moto é aterrado ao negativo, visto que o contato original é positivo, automaticamente em caso de falhas temos UM BELO CURTO CIRCUÍTO, isso mesmo, caso o interruptor apresente alguma falha, e o polo positivo encoste na carcaça do motor, ou até mesmo no quadro da moto irá gerar um curto circuito gerando a queima do fusível, razão dos temidos apagões, ou até mesmo o derretimento do interruptor em caso de sobrecarga.

Com esta adaptação iremos inverter a polaridade do contato com a utilização de um relê, que iremos instalar abaixo do banco, juntamente com os outros componentes da Miraginha.

Partindo deste princípio, você utilizará a estrutura do chicote original contendo dois fios um de cor amarelo/verde e outro e cor preta, e irá reservá-lo para utilizar juntamente com o relê seguindo a imagem abaixo:

87 – Saída positiva (+12V): você ligará a saída para a lanterna traseira (fio amarelo/verde)

86 e 30 – (+12V) você ligará o fio positivo pós chave, disponível no conetor do sensor do freio original (fio preto)

85 – Negativo: ligado ao interruptor universal que você já deverá ter instalado no lugar do original, ele utilizará apenas um fio.

Isole bem os contatos, e utilize os conectores de lâmina para fazer as pontas para o relê e também para o interruptor.

Enfim simplesmente isso!

Como o chassi da moto é alimentado pelo aterramento negativo, quando acionado o freio traseiro, ele enviará pulso negativo ao relê que fechará contato e enviará sinal positivo (+12V) á lanterna, e todo o sistema por sua vez fica alimentado pelo pós chave da motoca, que faz com que não haja consumo de bateria com a moto desligada.

Enfim uma vez instalado, bora aproveitar, e caso venha a existir algum problema, basta conferir o interruptor no pedal de freio, por ficar em contato direto com a chuva, poeira, entre outras coisas, é bem comum enroscar ou até mesmo estragar, mas mesmo que estrague um novo custa R$ 5,00.

Outro detalhe importante é que após a instalação você perceberá um pequeno estalo embaixo do banco, causado cada vez que o relê é acionado, fique calmo e relaxe, este estalo é comum e indica que seu relê esta funcionando!!!!

Enfim galera Bons Ventos!

Espero que aproveitem, e não deixem de assinar nossas newsletters para ficar por dentro de tudo que rola aqui no portal Mirageiros.Net